You are currently viewing Banho de sol em bebês: por que ele é tão importante

Banho de sol em bebês: por que ele é tão importante

O banho de sol é indicado para bebês a partir da 1ª ou 2ª semana de vida, mas com orientação do pediatra. Veja por que ele é recomendado e os cuidados necessários!

O banho de sol é de fundamental importância para um desenvolvimento saudável porque ele ativa  a absorção de vitamina D no organismo. Também chamada de Vitamina do Sol, a vitamina D é um nutriente indispensável para que as crianças cresçam com mais saúde.

A vitamina D, ativada pelo sol, ajuda no desenvolvimento do sistema imunológico e auxilia no crescimento saudável de ossos e dentes, evitando a osteoporose e o raquitismo.

Além disso, o sol contribui para o desenvolvimento cognitivo, ajuda a prevenir diabetes, câncer e doenças cardiovasculares, reduz a predisposição à depressão e também diminui a produção de bilirrubina no sangue, substância responsável por causar icterícia neonatal, que deixa a pele do recém-nascido com uma cor alaranjada.

Geralmente, os bebês podem começar a tomar sol a partir da 1ª ou 2ª semana após o nascimento. Porém, o melhor é você consultar um médico pediatra, pois ele é o profissional mais indicado para avaliar as condições de saúde do seu pequeno e orientar quanto aos banhos de sol.

Continue a leitura e veja quais os cuidados que você precisa ter ao colocar o seu bebê para tomar sol!

 

Como dar banho de sol no bebê?

Se não houver restrições médicas, você já pode iniciar os banhos de sol do seu bebê, mas é essencial ter alguns cuidados básicos para evitar queimaduras, já que a pele do recém-nascido é extremamente sensível. 

Veja a seguir quais são esses cuidados!

 

Qual é o horário, local e tempo adequados para o banho de sol?

Respeitar o horário correto para a exposição solar é fundamental e você precisa estar muito atenta a isso! 

O bebê só pode tomar o banho de sol antes das 10 horas da manhã e após as 4 horas da tarde, quando os raios ultravioletas UVA e UVB, que são prejudiciais à saúde, estão mais amenos.

E, segundo a Sociedade Brasileira de Dermatologia, mesmo respeitando os horários, o bebê não deve ficar exposto à luz solar mais do que 5 a 10 minutos por dia, pois esse período de tempo já é suficiente para promover a produção de vitamina D e potencializar sua absorção pelo organismo.

O banho de sol do seu pequeno pode ser ao ar livre ou até mesmo através de uma janela com o vidro aberto, de modo que os raios solares incidam sobre a pele do bebê sem nenhum tipo de interferência.


O bebê deve permanecer vestido ao tomar sol?

Se o dia estiver bem quente, o bebê pode ficar só com a fralda. Se a temperatura estiver mais baixa, vista o pequeno com peças leves e deixe o máximo de pele que puder em exposição solar direta.

Tome o cuidado de proteger o rostinho dele com um chapéu ou uma fralda de pano, pois os olhos do bebê também são extremamente sensíveis e ele pode ter dificuldade até mesmo para abrir os olhinhos com o excesso de claridade, o que é desagradável e interfere no bem estar do pequeno.

O banho de sol deve ser diário ou, pelo menos, 3 vezes por semana, mesmo em dias com pouco sol.


Devo aplicar protetor solar na pele do bebê?

Bebês menores de 6 meses não devem usar protetor solar, já que ele pode provocar alergias. Mas, pode ficar tranquila, pois como o tempo de exposição ao sol não vai durar mais do que 10 minutos, não há risco algum do seu bebezinho sofrer algum tipo de queimadura.


Você gostou deste artigo? Então faça seu cadastro para receber outros conteúdos interessantes na sua caixa de e-mail!

Deixe um comentário