You are currently viewing Choro de bebê: descubra qual pode ser o motivo

Choro de bebê: descubra qual pode ser o motivo

Bebê chorando muito pode ser sinal de que algo está errado. Leia o post e veja alguns dos motivos que podem provocar o choro do seu pequeno!

Poucas coisas deixam uma mãe tão aflita e sem saber o que fazer quanto um bebê – recém-nascido ou não – chorando. Ainda mais quando ele começa a chorar sem nenhuma razão aparente.

O fato é que o choro é a única forma pela qual o pequeno pode se comunicar, já que não sabe falar. Mas, como descobrir o motivo do choro do seu pequeno?

Continue a leitura e veja algumas razões que podem estar fazendo o seu bebê chorar!

 

Choro do bebê: qual será o motivo?

Estudos mostram que um bebê saudável pode chorar até 3 horas por dia, sem que isso signifique que ele está com algum problema, pois é através do choro que demonstra estar incomodado com alguma coisa. 

Veja a seguir, alguns dos motivos mais comuns pelos quais o bebê pode estar chorando!


É hora de trocar as fraldas

Fraldas molhadas ou sujas são um incômodo e provocam um desconforto muito grande, por causa da sujeira e também da temperatura. A pele do bebê é extremamente sensível e pode assar rapidamente ao ficar em contato com o xixi ou cocô.

É preciso atenção quanto a isso! E, ao trocar a fralda do seu bebê, é aconselhável usar uma pomada, que também ajuda a prevenir assaduras. No momento da troca, também é bom deixá-lo alguns minutos sem fralda para que a pele dele possa respirar.


Está com fome

Muitas vezes, o choro é apenas um sinal de que o bebê está com fome. Como eles têm o sistema digestivo pequeno, acabam ingerindo pouco leite nas mamadas, por isso pouco tempo depois precisam ser amamentados de novo.

Alguns movimentos corporais, como levar a mão à boca ou ficar chupando o dedo, são bem comuns quando o bebê quer mamar. 

 

Precisa arrotar

Procure observar o comportamento do seu pequeno. Por exemplo: se ele chorar depois de mamar, é bem provável que esteja precisando arrotar, já que ao ser amamentado, o bebê pode engolir ar e isso provoca gases e um grande desconforto no aparelho digestivo. 

Mas esse também é um probleminha fácil de resolver! Basta colocar o bebê na posição vertical e dar tapinhas leves nas costas. Em pouco minutos ele vai arrotar o se sentir melhor.

 

Está sentindo cólicas

Cólicas em recém-nascidos são muito comuns e costumam ocorrer em certos horários do dia, especialmente no final da tarde e à noite. Observe que quando o bebê está com cólicas, ele movimenta bastante as perninhas.

Alguns especialistas afirmam que há alimentos que, quando ingeridos pela mãe, podem desencadear cólicas no bebê. Entre eles estão o chocolate, o leite de vaca, o café, as leguminosas, as carnes vermelhas e os vegetais crucíferos (brócolis, couve-flor, couve, repolho, couve-de-bruxelas, rúcula, agrião e outros).

Além dos cuidados na dieta da lactante, o que pode ser feito para diminuir e aliviar as cólicas é movimentar as pernas do bebê, fazer compressas mornas na barriga e massagens no sentido horário. Um ambiente tranquilo também pode ajudar a acalmar o pequeno.


Quer ganhar colo

Quem não gosta da sensação de conforto e acolhimento? Com os bebês isso não é diferente! Quando estão no colo, eles se sentem mais seguros e ficam mais calmos. Ou seja, algumas vezes o choro pode ser apenas um sinal de que ele quer colo!


Ele está com frio ou calor

A nossa temperatura corporal varia entre 35,5ºC e 37,5ºC e o mesmo acontece com os bebês. Porém, existe uma diferença: o bebê perde calor com muita rapidez.

Se não estiver com uma roupinha adequada, o choro também pode significar que ele está com calor. Por isso, é muito importante mantê-lo agasalhado na medida certa.

 

A chegada dos dentinhos

O início da dentição é algo que incomoda bastante os bebês. Eles sentem coceira nas gengivas, que ficam inchadas e sensíveis, pois serão rompidas com a chegada dos dentinhos.

 

Geralmente, os primeiros dentes surgem por volta do sexto mês de idade, mas isso varia de criança para criança e é normal que a dentição ocorra entre 3 meses e 1 ano.

 

Se perceber que este é o caso do seu pequeno, dê a ele um mordedor resfriado ou peça que o pediatra indique alguma pomada anestésica específica.

 

Seu pequeno está fazendo “manha”

Os bebês humanos são bem espertinhos! Por volta do nono mês, o bebê entende que, ao chorar, os pais lhe dão algo em troca.

Nesta idade, ele deve estar engatinhando ou começando a engatinhar e começa a querer mexer em tudo, incluindo as coisas que ele não pode pegar. Imagine, por exemplo, que ele queira pegar os seus óculos. Então ele chora e você cede. 

Logo, ele vai perceber que fazendo birra, consegue o que quer. Fique atenta a isso para não criar um pequeno ditador…

 

Procure observar o comportamento do seu bebê, pois assim fica mais fácil entender o motivo do seu choro. Comunique ao pediatra caso ele mude o comportamento de forma repentina ou comece a chorar sem razão aparente.


Espero ter ajudado você com as dicas de hoje! Se você gostou deste artigo, compartilhe-o com seus amigos nas redes sociais! E aproveite que está aqui para conferir outros conteúdos interessantes no nosso blog!

Deixe um comentário