You are currently viewing Manobra de engasgo Heimlich: aprenda como fazer

Manobra de engasgo Heimlich: aprenda como fazer

A manobra de engasgo Heimlich é um procedimento de emergência que pode salvar a vida de bebês e crianças pequenas. Leia o post e saiba como ela deve ser feita!

A partir de uma certa idade, os bebês começam a levar tudo à boca. Os temidos engasgos também podem ocorrer no momento em que ele está se alimentando, até mesmo com líquidos ou alimentos pastosos.

Quando isso acontece, é difícil não entrar em pânico, porém é preciso manter um mínimo de calma para tentar resolver o problema. Um método pré-hospitalar muito eficiente de desobstrução das vias aéreas superiores é a manobra de Heimlich.

Continue a leitura e aprenda como aplicar este método!


Em que consiste a manobra de Heimlich?

A manobra de Heimlich foi apresentada em 1974, pelo médico norte-americano Henry Heimlich, e consiste em induzir uma tosse artificial, para fazer com que o objeto estranho seja expelido da traqueia.

Quando aplicado do modo certo, esse procedimento é muitíssimo eficaz, podendo ser decisivo para salvar a vida do pequeno.

 

Como é feita a manobra?

A manobra de Heimlich é feita comprimindo o abdômen, de modo que as vias aéreas da criança sejam desobstruídas pela descompressão do diafragma, que é o órgão que regula a entrada e a saída de ar dos pulmões.

Mas, é importante que fique claro que a manobra de Heimlich é um procedimento emergencial, que funciona como um primeiro socorro. Se o procedimento não resolver, é fundamental procurar um hospital ou então ligar para o Serviço Móvel de Urgência (SAMU) ou para o Corpo de Bombeiros.

Passo a passo para realizar a manobra de Heimlich

Manobra de engasgo Heimlich: aprenda como fazer

Se a vítima de engasgo for um bebê, é necessário colocá-lo sobre o colo, com a cabeça um pouco mais baixa que o tronco, e dar 5 tapas nas suas costas, mais ou menos na altura dos ombros. Veja o passo a passo:

Passo 1

Jamais tente retirar o objeto da garganta do bebê, pois isso pode empurrá-lo ainda mais, agravando a situação.

Passo 2

Mantenha a boca do bebê aberta, usando os dedos indicador e médio. Então, coloque-o deitado de barriga para baixo, com a cabeça mais baixa que o corpo, em cima do seu antebraço. Para ter mais firmeza, apóie seu antebraço na sua coxa.

Passo 3

Dê 5 tapas com força moderada no meio das costas do bebê. Os tapas devem ser firmes, mas não exagere na força para não machucar a criança.

Passo 4

Deite o bebê de costas sobre o outro antebraço apoiado sobre a coxa. Use 2 dedos para realizar 5 compressões no meio do peito da criança, entre os mamilos. 

Passo 5

Se o bebê tossir, chorar ou vomitar é sinal de que desengasgou. Mas, se ele ficar sem reação ou inconsciente, ligue imediatamente para o SAMU ou para o Corpo de Bombeiros.

 

 

O que você NÃO deve fazer

Na hora do desespero, é comum ter o reflexo de tentar tirar o objeto ou alimento que está engasgando a criança, introduzindo o dedo na boca dela. Isso é completamente errado e pode agravar o problema, empurrando o objeto ainda mais para dentro.

Você também não deve sacudir a criança, tampouco virá-la de cabeça para baixo, pois bebês têm o corpinho mais sensível e isso pode piorar a situação ou ocasionar outros problemas, como danos cerebrais, por exemplo.

 

Diferença entre engasgo parcial ou total

A pediatria divide os engasgos em parcial ou total e nos dois casos é possível aplicar a manobra de Heimlich.

 

Engasgo parcial

No engasgo parcial, a criança apresenta sinais como respiração acelerada e ofegante, agitação, tosse e choro. Neste caso, coloque o bebê no colo, numa posição confortável, e deixe que ele continue chorando, pois isso mostra que o bebê está respirando. Se a criança for maiorzinha, incentive-a a tossir.

Engasgo total

O engasgo total é mais grave. O bebê não consegue tossir ou chorar, pode ficar com o corpinho mole e com os lábios e o rosto arroxeados, indicando falta de ar.


Todo cuidado é pouco!

É fundamental ter muito cuidado com o tamanho e o formato de tudo que é oferecido para crianças de até 3 anos. Portanto, evite alimentos redondos, ovais ou em forma de palitinho, pois eles podem obstruir a glote. Deixe de lado alimentos como pipoca, amendoim, uva, cenoura e outros.

O cuidado também deve se estender aos objetos pequenos, como moedas, botões, bolinhas de gude e brinquedos de desmontar ou que podem soltar peças pequenas. Deixe tudo isso bem longe do alcance do seu bebê!

 

Agora, que você já aprendeu como realizar a manobra de Heimlich, aproveite para conferir outros conteúdos úteis sobre cuidados com o bebê e muito mais no nosso blog!

Deixe um comentário