You are currently viewing Como é ser mãe de primeira viagem?

Como é ser mãe de primeira viagem?

Como é ser mãe de primeira viagem? Esta é uma pergunta que a futura mamãe se faz antes mesmo de estar grávida e, além disso, tem inúmeros resultados quando coloca em um buscador da internet, não é mesmo? E a maioria deles cheia de dicas. No entanto, esse post vai reunir as principais e as que realmente importam. Combinado? 

Antes de tudo, ser mãe de primeira viagem varia de mulher para mulher. Afinal de contas, o planejamento para a gravidez, a gestação, a rotina e tantos outros fatores influenciam nisso, certo? Enfim, cada mulher é única. 

Ao mesmo tempo, há alguns fatores em comum, como cuidados básicos, planejamento e contar com ajuda. Reunimos os principais para te explicar como é ser mãe de primeira viagem. 

Cuidados com a saúde – física e emocional

Começa pelo pré-natal. De acordo com o Ministério da Saúde, a quantidade mínima de consultas deve ser de pelo menos sete. Elas vão verificar não só as condições do bebê, mas também da mamãe. Nesse sentido, o médico vai orientar a mãe de primeira viagem sobre cuidados no dia a dia

Afinal, a saúde física da mãe está relacionada diretamente com a do bebê. Orientações sobre alimentação e hábitos também contribuem para a saúde emocional. Entender as transformações do corpo e como lidar com elas, por exemplo, estão relacionadas à autoestima. 

Também, não deixe de lado as coisas que realmente gosta. Uma vez que estar grávida não deve mudar a essência da mulher. Portanto, mantenha hábitos que te trazem prazer. Como assistir filmes e séries até mais tarde de vez em quando, sair para jantar com as amigas e o que mais gostar. 

Evite fazer comparações

Principalmente nesse caso pode ser um daqueles em que informação demais pode atrapalhar. É muito normal a mãe de primeira viagem querer saber mais e mais sobre tudo. Certamente, tem seu valor. Por outro lado, as comparações podem gerar preocupações desnecessárias. Uma vez que cada gestação é uma gestação e cada grávida é uma grávida, certo? 

Saber como foi a gestação de uma amiga, só para ilustrar, é bem-vindo. No entanto, deve-se evitar comparar o tamanho da barriga, como foi o parto e outros temas. Nesse sentido, saber números como o peso do bebê com certo número de meses de gestação ou estimar data de nascimento, ou tantos outros, também pode não ser muito legal. 

Por isso a gestante faz os exames pré-natal. Que tal deixar esses temas para o médico enquanto você curte melhor como é ser mãe de primeira viagem?

Planejamento dá mais segurança

Com toda a certeza, fazer planos é um dos melhores momentos de qualquer mãe de primeira viagem. Planejar e comprar o enxoval, escolher a decoração do quarto do bebê e descobrir um novo mundo – o de ser mamãe – mexem com o imaginário. Por outro lado, planejar dá mais segurança para que tudo ocorra da melhor forma possível. 

As peças do enxoval, móveis e decoração do quarto do bebê, por exemplo, você pode comprar aos pouquinhos. Assim, fica mais fácil de caber no orçamento e você aproveita mais esse momento. Quanto ao parto, tome tempo para encontrar a melhor forma e o que agrada. Depois, converse com o médico para, juntos, afinar todos os detalhes. 

Além disso, ainda no aspecto de planejamento, procure saber sobre os principais assuntos relacionados aos primeiros dias do bebê. Amamentação, cuidados, banho, troca de fralda… Por mais que a mãe de primeira viagem tenha ajuda, estará mais segura. Ao mesmo tempo, curte um pouco mais a gostosa ansiedade de ser mamãe pela primeira vez. 

Conte com ajuda, e não apenas do pai

Talvez provavelmente fará parte do seu planejamento. Contar com ajuda tem seu valor antes do parto e nas primeiras semanas do bebê. Afinal de contas, a mãe de primeira viagem não é uma super-heroína que faz tudo sozinha. Divida tarefas com o papai e também com pessoas próximas, não só com familiares, como também amigas, por exemplo.. 

As últimas semanas de gestação podem ser bem cansativas. Nos primeiros dias do bebê, da mesma forma. Por mais que queira curtir cada instante ao lado do filhote, a mãe de primeira viagem precisa de descanso, ter um tempinho para ela, algum momento para cuidar da própria saúde e fazer o que gosta. Assim, a maternidade vai ficar ainda mais gostosa. 

Deixe um comentário