You are currently viewing Como desenvolver a linguagem dos filhos? Confira 8 exercícios simples

Como desenvolver a linguagem dos filhos? Confira 8 exercícios simples

A linguagem dos filhos começa a ser desenvolvida muito antes do nascimento. Só para ilustrar, a partir do quinto mês de gravidez o bebê é capaz de captar a voz da mãe. No entanto, é depois, após o parto, que os exercícios são tão importantes para formar a comunicação dos pequeninos. 

Há uma série de formas para estimular a linguagem dos filhos. Além disso, devem ser usados mais de um exercício. Isso porque cada um ativa uma forma diferente de desenvolvimento da comunicação. Os pais têm papel fundamental nesse sentido. 

Para ativar a fala nas crianças, só para exemplificar, recomenda-se o diálogo constante. Quer saber mais sobre tudo isso? Então confira como desenvolver a linguagem dos filhos com os 8 exercícios a seguir. 

Exercícios para desenvolver a linguagem dos filhos

  1. Observe e imite as vocalizações do bebê
  2. Brincar! Muita brincadeira
  3. Passeios são excelentes complementos
  4. Interprete as interações dos pequenos
  5. Ensine seu próprio nome
  6. Cantar também ajuda
  7. Contação de historinhas
  8. Imitar os sons de animais

Saiba tudo sobre estes 8 exercícios a seguir. 

Observe e imite as vocalizações do bebê

Este é um dos primeiros exercícios para desenvolver a linguagem dos filhos. Quando o bebê balbucia algo ou vocaliza algum som, os pais devem tentar reproduzi-los. Ainda que “gugus” e “dadás” não façam muito sentido, é uma forma de estimular o pequenino. A imitação é um incentivo para a formação do ato acústico-articulatório.

Brincar! Muita brincadeira

Brincar é uma forma da criança desbravar o mundo ao seu redor. Este momento de aprendizado pode ser enriquecido com interações por meio da comunicação. Aliás, a brincadeira vai além do uso de brinquedos. A hora do banho, de comer e outros instantes comuns podem ser divertidos e usados para a construção do diálogo. 

Passeios complementam a linguagem dos filhos – sempre

Semelhantemente são os passeios. Ora uma ida ao parquinho do prédio, ora até mesmo viagens. Afinal, o bebê consegue não apenas enxergar o mundo, como também ter novas sensações.

Ainda, acrescenta mais palavras ao vocabulário e ganha motivações para se expressar. Pode ser atrelado ao exercício a seguir para o desenvolvimento das linguagem dos filhos.

Imitar os sons de animais

O “mu” da vaca, o “au-au” do cachorro, o “miau” dos gatos… Enfim, o som que emitem os animais encantam os pequenos. No entanto, vai além disso. Também é uma forma de estimular a fala, para que imitem os barulhos que fazem os pais. Há também diferentes aplicativos que podem ajudar neste sentido, atrelando o animal ao som que faz. 

Em um momento mais avançado, ainda, os pais podem reproduzir os sons dos bichos e pedirem para apontar de qual se trata. É uma brincadeira muito gostosa, por exemplo. 

Interprete as interações dos pequenos

Vai chegar uma fase em que a criança tem capacidade de se comunicar melhor por meio de movimentos do que a fala. Essas interações são vitais para o desenvolvimento da linguagem dos filhos. Ao apontar para o bebedouro para pedir água ou mesmo segurar a mãe pela mão e levá-la até onde está o que quer, abra o diálogo. 

Vá além das perguntas para confirmar o que o pequeno deseja. Estimule para que responda. No caso da água, por exemplo, pergunte se quer gelada, em algum copo específico e tantas outras questões. A ideia é dar chance para que verbalize enquanto mostra o que quer. 

Ensine seu próprio nome

Vai além da utilidade de saber o próprio nome. Estimular os pequenos a saberem e falarem seu próprio nome auxilia na socialização e desenvolve a linguagem dos filhos. Desta forma, entendem que há nomes para outras pessoas e também objetos. Pergunte o nome e repita pausadamente até chegar o dia que fale bem.  

Cantar também ajuda a desenvolver a linguagem dos filhos

Invente músicas, abuse das canções infantis e faça disso uma brincadeira. Por ser diferente da fala, cantar chama a atenção e também estimula os pequenos. Além disso, aproveite para fazer gestos e estimular não apenas a fala, mas também o gestual, que também faz parte da linguagem. 

Contação de historinhas

Semelhantemente para a linguagem dos filhos são as contações de histórias. Afinal, contar é diferente de ler. Há uma interpretação e mudança na voz de acordo com o personagem. Sem contar as interjeições. Nesse sentido, a criança não apenas se envolve com a historinha. Os pais devem convidar o filho a participar e interagir. 

 

Deixe um comentário