You are currently viewing Como garantir a segurança do quarto do bebê

Como garantir a segurança do quarto do bebê

Dentre os preparativos para receber um bebê, a montagem do quartinho é sem dúvida uma das partes mais gostosas! Porém, é preciso ter em mente que além de ser um quartinho lindo, aconchegante e funcional, a segurança do quarto do bebê deve ser prioridade.

Os pais, principalmente de primeira viagem, podem acabar subestimando o tanto de risco que um bebê pode estar exposto se o quartinho não for bem planejado. Há um grande número riscos a serem observados, mas não se preocupem, com o tempo tudo isso passa a ser bastante intuitivo. O importante mesmo é estar bem preparado principalmente para as primeiras semanas, quando as mamães e papais estarão provavelmente muito cansados com todas as novas atividades e noites mal dormidas. Veja algumas dicas de segurança do quarto do bebê para vocês poderem dormir tranquilos – até o filhote chamar a próxima vez 😉

 

Evite alergias e problemas respiratórios

  • Bichos de pelúcia podem acumular pó e dar alergias. Prefira bichinhos que sejam laváveis ou de outros materiais. Lave-os e deixe secar bem no último trimestre da gravidez e depois com certa frequência;
  • Opte por tapetes laváveis, assim você consegue limitar bastante o acúmulo de pó e ácaros. Outro ponto importante é certificar-se de que estejam afixados ao chão (pode ser com fita dupla face), para evitar quedas. Lembre-se de que os pais muitas vezes entrarão no quarto escuro, cansados e sonolentos;
  • Fazer pinturas e instalar móveis com antecedência, para garantir que o cheiro forte saia antes do bebê chegar;
  • Verificar a ventilação do quarto, seja por janelas ou ar-condicionado.  No caso de ar-condicionado, realizar manutenção e troca dos filtros.

O berço deve ser o local mais seguro do quarto do bebê

  • Procure por selos de qualidade e certificado Inmetro. O berço, além de ser bonito e funcional, tem que ser o porto seguro do seu bebê! Deve ser o lugar onde você pode deixá-lo sem nenhuma preocupação;
  • O berço deve estar bem montado, com grades firmes, sem parafusos frouxos ou superfícies que possam machucar o bebê;
  • No caso dos berços montessorianos, é indicado usar grades de proteção para evitar que o bebê role e caia no chão (mesmo pequeninos, eles podem surpreender!). Uma boa alternativa é usar tapetes macios e emborrachados ao redor do berço (observando a questão do material para não causar alergias);
  • Não deixe mantas e cobertores ou qualquer coisa que fique solta dentro do berço, pois oferecem risco de sufocamento;
  • Cuidado com as cordinhas de cortinas ou persianas, mobiles ou outros enfeites que possam estar ao alcance dos bebês, pois representam um sério risco de estrangulamento;
  • Cuidado com itens decorativos, babá eletrônica ou qualquer objeto que possa cair dentro do berço, ou pior, em cima de seu bebê;
  • Verifique se o colchão se encaixa perfeitamente no berço, sem deixar espaços entre o colchão e o berço que possam causar acidentes;
  • Quando o bebê começar a ficar em pé, é melhor remover o kit berço ou qualquer outro objeto que ele possa usar como degrau para tentar pular do berço.

Cuidado com as portas e janelas

  • Use protetor de portas para evitar que elas batam com o vento. Só o susto com o barulho já será bastante pro bebê! não vamos nem pensar em dedinhos presos nas portas…
  • Evite colocar o berço embaixo da janela por causa da variação de temperatura desta região do quarto.

Os móveis também influenciam na segurança do quarto

  • Evite colocar qualquer móvel debaixo da janela: as crianças, desde muito cedo adoram “ter idéias”, como por exemplo, debruçar-se sobre a janela para olhar o que tem lá embaixo… ninguém quer ter um susto desses, não é mesmo? Caso você tenha que ter algum móvel sob a janela (última opção, o berço), instale grades ou redes de segurança (se possível instale em todas as janelas da casa, os bebês crescem muito rápido!);
  • Cuidado com móveis instáveis que possam tombar (exemplo clássico são as cômodas e guarda-roupas não embutidos). O ideal é fixá-los a uma parede (lembrando que crianças adoram “ter ideias”: tipo abrir as gavetas e usá-las como degraus para alcançar algo que está no topo, fazendo com que os móveis tombem em cima delas);
  • Cuidado com móveis com quinas quadradas ou pontiagudas. Dê preferência aos móveis arredondados e, caso não tenha opção, aplique protetores de silicone nas quinas.

 

A parte elétrica – quais os riscos?

  • Cuidado com fios soltos no chão ou sobre o berço (como por exemplo o cabo da babá eletrônica);
  • Instale protetores nas tomadas;
  • Cuidado com fios desencapados.

Confira outras dicas de ergonomia, decoração e segurança do quarto do bebê acompanhando nosso blog.

Siga a Bilila Baby no Instagram para se inspirar e receber dicas. Curta nossa página no Facebook e fique por dentro das novidades.

Deixe um comentário