You are currently viewing 5º mês de gravidez: como está o desenvolvimento do bebê?

5º mês de gravidez: como está o desenvolvimento do bebê?

Entre outras coisas, o bebê começa a ouvir vozes e ruídos externos. Leia o post e fique por dentro de tudo que está acontecendo com o seu pequeno nessa fase da gestação!

Aos cinco meses de gravidez – que correspondem a 21 semanas – tem início a segunda metade da gestação. Nessa fase a sua barriga começa a aparecer mais e é provável que o seu peso tenha aumentado cerca de 5 kg. 

Esse período da gestação é marcado pelo desenvolvimento de todos os ossos do bebê, mas muitas outras coisas também estão acontecendo com ele. Continue a leitura e descubra como o seu bebê está crescendo!

 

Como está o desenvolvimento do feto no 5° mês de gestação?

O desenvolvimento de um bebê com 21 semanas continua acelerado. Nessa fase, a pele é muito fininha e pequenos vasos transportam o sangue por debaixo dela, deixando-a com um tom rosado. Ainda há pouca gordura armazenada, mas nas semanas seguintes o organismo do seu bebê começará a armazenar alguma gordura, tornando a pele menos transparente.

É também nessa fase que as unhas do bebê começam a crescer e, assim, ele consegue até se coçar. Mas não se preocupe, não há perigo dele se arranhar, já que, enquanto está no útero, a pele do bebê é protegida por uma mucosa.

Ao fazer exame de ultrassom, você vai perceber que o nariz do bebê aparenta ser bastante largo, mas isso só ocorre porque o osso nasal ainda não está desenvolvido. Assim que essa parte se desenvolver, o narizinho dele ficará mais longo e fino.

Como ainda há bastante espaço no útero, o bebê pode se movimentar livremente, mudando de posição várias vezes ao dia e dando até cambalhotas completas. Muitas mulheres começam a sentir os movimentos nessa fase da gravidez. 

Nesse período, o feto engole o líquido amniótico, que é digerido e forma as primeiras fezes do bebê, chamadas de mecônio. Esse material vai sendo armazenado no intestino dele desde a 12ª semana até o nascimento, mas, como é livre de bactérias, não provoca gases no bebê.

Se o bebê que você está gerando for uma menina, no quinto mês de gravidez ela já está com a vagina e o útero formados. Se for menino, a partir da 21ª semana os testículos iniciam a sua descida para o escroto.

Nessa fase acontece também uma das coisas mais bacanas do período gestacional: o bebê passa a perceber sons externos e a reconhecer a voz dos pais! Com isso, você já pode ler para ele ou colocar músicas relaxantes para deixá-lo mais tranquilo.

 

Qual o tamanho de um feto com 21 semanas de gestação?

Medindo da cabeça ao calcanhar, o tamanho do feto com 21 semanas de gestação é de cerca de 25 cm, com um peso de aproximadamente 300 g.

 

Cuidados com a alimentação no quinto mês de gravidez

Da mesma forma que no início da gravidez, uma alimentação equilibrada também é fundamental nessa fase da gestação, para que o bebê continue tendo um bom desenvolvimento, sem causar prejuízos à saúde da gestante. Veja alguns alimentos e nutrientes que não podem faltar na sua dieta diária:

 

1. Alimentos ricos em vitamina D e cálcio

Nesse período de gravidez, ocorre a ossificação e o crescimento dos dentes do bebê. Essas mudanças requerem maiores quantidades de cálcio e vitamina D. Ao mesmo tempo, o organismo da gestante inicia um estoque de cálcio, que será usado futuramente na produção do leite materno.

Desta forma, se a sua alimentação for pobre nesses nutrientes, os minerais e vitaminas dos seus ossos serão mobilizados para o desenvolvimento dos ossinhos do seu bebê. Consequentemente, você poderá apresentar problemas como cãibras, perdas dentárias e osteoporose a médio ou longo prazo.

Portanto, para manter a saúde dos ossos, sua dieta do dia a dia deve conter alimentos ricos em cálcio, tais como o leite e seus derivados, castanha-do-pará, couve, brócolis, espinafre, sardinha sem pele, salmão, feijão e outros.

Salmão, sardinha, atum, cogumelos e gema de ovo são excelentes fontes de vitamina D.

 

2. Alimentos ricos em ferro e ácido fólico

Seu obstetra também vai orientar você a aumentar a ingestão de alimentos ricos em ferro para prevenir anemia materna. Isso porque nessa fase da gravidez o sistema circulatório do bebê começa a funcionar com força total, necessitando de nutrientes para formar as hemoglobinas.

Coma mais feijão e vegetais verde-escuros, como rúcula, agrião, espinafre, couve e brócolis. Para potencializar a absorção do ferro pelo organismo, o ideal é ingerir junto com a refeição sucos de laranja, limão ou outras frutas cítricas, como morango e acerola.

Já o ácido fólico é essencial para um adequado desenvolvimento do sistema nervoso do bebê e também ajuda a evitar anemia, fraqueza e problemas digestivos na gestante. Vegetais verde-escuros, carne vermelha, cenoura e gema de ovo são boas fontes de ácido fólico.

 

3. Outros alimentos importantes nessa fase da gestação

Nesse período, também é importante que você consuma alimentos fontes de Ácido DHA, pois esse nutriente ajuda no desenvolvimento cerebral do bebê a longo prazo, diminuindo a possibilidade de distúrbios neurológicos.

São boas fontes de DHA: sementes de chia, linhaça, óleos de soja e canola, peixes como salmão, bacalhau, sardinha e atum.

Aumente também a ingestão de Magnésio. Ele é um relaxante natural que reduz riscos de pré-eclâmpsia, diabetes e hipertensão gestacional e paralisia cerebral em partos prematuros. Onde encontrar: arroz integral, iogurte natural, chocolate amargo, amêndoas, castanhas, espinafre, abacate e salmão.

Gostou desse conteúdo? Confira outros artigos interessantes escritos especialmente para você no nosso blog!

Siga a Bilila Baby no Instagram para se inspirar e receber dicas. Curta nossa página no Facebook e fique por dentro das novidades.

Deixe um comentário