You are currently viewing Maternidade: qual é o ganho de peso ideal na gravidez?

Maternidade: qual é o ganho de peso ideal na gravidez?

A gravidez transforma o corpo feminino e, desde os primeiros sintomas, algumas mulheres começam a se preocupar com o ganho excessivo de peso. Confira o post!

Todas as mulheres têm ganho de peso durante a gestação. Isso ocorre porque o seu corpo aumenta de tamanho e passa por várias mudanças necessárias para que o bebê possa se desenvolver de modo saudável.

Para garantir que você terá o ganho de peso ideal durante toda a gravidez e para assegurar uma ingestão satisfatória dos nutrientes essenciais tanto para você quanto para o seu bebê, é aconselhável contar com acompanhamento nutricional.

Continue a leitura e saiba mais sobre este assunto tão importante para o seu bem-estar e para o desenvolvimento sadio do seu bebê!

Gravidez: ganhar o peso ideal evita problemas

Quando a mulher grávida tem um ganho de peso dentro do limite recomendado, a probabilidade de ter um bebê pequeno ou grande demais para a idade gestacional diminui, assim como a chance de ela ter problemas de saúde, como a diabetes gestacional (nível alto de açúcar no sangue) e a hipertensão arterial (pressão alta), que são dois problemas que podem ocorrer devido ao ganho de peso excessivo mais comuns na gravidez e no parto.

O ganho de peso ideal na gravidez também ajuda a mulher no pós-parto, contribuindo para que ela recupere com mais rapidez o peso que tinha antes da gestação.

De acordo com especialistas em nutrição, ao sair da maternidade a mãe deve estar apenas com a chamada “gordura de depósito”, que irá fornecer a energia necessária para amamentar o bebê.

Veja a tabela de ganho de peso na gravidez

O cálculo para saber o ganho de peso ideal na gravidez deve ser feito baseando-se no IMC anterior à gestação. Mulheres que estavam com peso acima do recomendado antes de engravidar, deverá engordar menos durante a gestação. Confira:

  • IMC (índice de Massa Corporal) inicial menor do que 18,5 — ganho de peso deverá ficar entre 13 kg e 18 kg;
  • IMC inicial entre 18,5 e 25 — ganho de peso deverá ficar entre 11,5 kg e 16 kg;
  • IMC inicial entre 25 e 30 – ganho de peso deverá ficar entre 7 kg e 11,5 kg;
  • IMC inicial maior do que 30 – ganho de peso deverá ficar entre 5 kg e 9 kg.


Como controlar o peso durante a gravidez?

Para início de conversa, esqueça aquele dito popular de que “grávida tem que comer por dois”. Algumas mulheres realmente acreditam nisso e acabam comendo além do necessário, o que pode causar um ganho de peso além do indicado.

Calma! Com bom senso, você poderá consumir todos os nutrientes necessários para garantir a sua saúde e a do seu bebê durante a gravidez! Confira algumas dicas de especialistas: 

  • a gestante necessita de 2.000 calorias por dia e, no último trimestre, deve acrescentar 200 calorias extras à dieta;
  • o ideal é consumir cinco porções diárias de frutas, legumes e verduras;
  • É importante consumir alimentos fontes de proteína, como carnes, peixe, grãos e ovos;
  • a sua dieta deve ser composta, ainda, por alimentos ricos em cálcio, como leite, queijos e iogurtes;
  • os carboidratos, presentes nos cereais, pães, feijão, arroz e massas em geral, devem ser consumidos com moderação;
  • a gordura também deve fazer parte da sua dieta, mas dê preferência às gorduras não saturadas (elas são encontradas nas amêndoas, na castanha de caju e no azeite, entre outros);
  • Você pode comer doces e chocolates de vez em quando, desde que não exagere na dose.

Para onde vão os quilinhos extras da gravidez?

Os números não são exatos, mas os quilos a mais adquiridos na gestação são distribuídos mais ou menos assim:

  • ao nascer, os bebês pesam em média 3,3 kg;
  • durante a gestação, a camada muscular do seu útero aumenta bastante e passa a pesar cerca de 1 kg a mais;
  • ao final da gravidez, a placenta, que é responsável pela nutrição do bebê, pesa em torno de 700 g;
  • os seios passam a pesar cerca de 400 g a mais;
  • na gestação, o volume de sangue que circula do seu organismo aumenta e este sangue extra pesa em média 1,2 kg;
  • a gordura acumulada no seu corpo durante a gestação tem o objetivo de assegurar uma reserva extra de energia para o período de amamentação e pesa cerca de 4 kg;
  • além do líquido amniótico que protege o bebê no ventre materno, o organismo das grávidas pode acumular outros líquidos, totalizando aproximadamente 2 kg extras.

Conforme estas médias, você ganharia 12,5 kg durante a gestação, porém isso não é uma regra, já que o ganho de peso na gravidez tem ligação direta com o IMC pré-gravidez e pode variar bastante de mulher para mulher.

Desse modo, é fundamental saber qual é o seu IMC antes da gravidez, pois mulheres com IMC maior devem engordar menos.

Segundo especialistas, na metade da gravidez (por volta da vigésima semana) o bebê atinge 10% do seu peso final e, após ⅔ do período gestacional, o pequeno atinge ⅓ do peso que deverá ter ao nascer. O maior ganho de peso do bebê ocorre no final da gravidez.

Gostou deste conteúdo? Aproveite que está aqui e confira outros artigos do nosso blog que vão te ajudar a ter uma gravidez mais tranquila!

Deixe um comentário