You are currently viewing Confira 6 dicas para planejar o parto

Confira 6 dicas para planejar o parto

Procurando dicas para planejar o parto, mamãe? Então, esse post é especialmente para você. Afinal de contas, o parto é o momento em que a mulher encerra a gravidez e inicia a maternidade. Por isso, é tão especial, mexe com a imaginação e parece haver tanta coisa para dar conta, não é? Mas, calma, a Bilila Baby vai te ajudar. 

As principais dicas para planejar o parto são: 

  1. Pesquise sobre os tipos de parto
  2. Converse com o médico
  3. Escolha a maternidade
  4. Faça o plano de parto
  5. Prepare as malas da maternidade (sua e do bebê)
  6. Aprenda os sinais do parto

Agora que você já sabe essas 6 dicas, a gente te conta mais sobre cada uma para você planejar o parto. Portanto, continue a leitura. 

1. Pesquise sobre os tipos de parto

Talvez provavelmente esta seja a etapa mais fácil, mas não poderia ficar de fora das dicas para planejar o parto. Inegavelmente, a mamãe já deve ter sua preferência. Porém, não custa nada dar uma olhada em outras opções. Dessa forma, elimina eventuais dúvidas e fica mais segura. 

2. Converse com o médico

Ao planejar o parto, a mamãe tem muitas ideias para aquele instante tão especial. No entanto, antes de tudo, precisa verificar com o obstetra se é possível. Afinal, há questões médicas envolvidas, não é mesmo? Por isso, essa conversa está entre as dicas para planejar o parto. 

A mamãe pode explicar tudo o que deseja e, além disso, pedir opinião também. Assim, fica tudo mais seguro. Porém, a palavra final é sempre da mãe, certo? 

3. Escolha a maternidade

Sobretudo, pesquise. Ainda que eventualmente a mãe venha escolher o parto domiciliar, não deve deixar de lado uma maternidade que possa contar. No processo de escolha, deve não apenas checar a estrutura, como também sentir se é de seu desejo o local, se vai se sentir bem nele, certo? Além disso, não esqueça de falar com o obstetra depois da escolha. Afinal de contas, ele deve saber o que a maternidade oferece e, ainda, pode ajudar na sua decisão. 

4. Faça o plano de parto

Essa não pode faltar em nenhuma lista de dicas para planejar o parto. Antes de tudo, você sabia que o plano de parto é recomendado pela Organização Mundial de Saúde? Em suma, é uma carta escrita pela gestante, com ajuda do obstetra, com todas as informações sobre todo o parto. As preferências, os procedimentos e os cuidados com o bebê, por exemplo, estarão nesta carta. 

O plano de parto personaliza esse momento tão especial para o casal. É uma forma de mostrar como a mulher quer que tudo ocorra. Por isso, para sua elaboração, ela deve contar com as informações relevantes e auxílio do obstetra para poder redigi-la. 

5. Prepare as malas da maternidade (sua e do bebê)

No momento em que a gestação chegar ao oitavo mês, a mamãe já pode arrumar as malas para a maternidade. Esta orientação está entre as dicas para planejar o parto porque, eventualmente, a ansiedade pode fazer com que esse item seja esquecido. Além disso, nunca se sabe quando o bebê pode resolver querer vir ao mundo, não é mesmo? 

Portanto, confira alguns itens que não podem faltar na mala da maternidade da mamãe. 

 

  • Carteirinha do plano de saúde;
  • Cartão de pré-natal ou carta do médico;
  • Documentos pessoais.
  • Pijamas ou camisolas com abertura para facilitar a amamentação;
  • Calcinhas confortáveis;
  • Chinelo;
  • Meias;
  • Sutiã de amamentação;
  • Produtos de higiene pessoal (caso seja da sua preferência ou a maternidade não ofereça);
  • Absorventes;
  • Roupa para a saída do hospital;

Enquanto na mala do bebê, alguns itens indispensáveis são: 

  • Roupinhas.
  • Calças com pezinhos;
  • Manta de algodão
  • Casaquinhos;
  • Fraldas de tecido ou paninhos (para auxiliar nas primeiras mamadas)
  • Meias (se estiver frio)

6. Aprenda os sinais do parto

Esta dica finaliza nossa lista de dicas para planejar o parto. Por mais que seja planejado, é aconselhável que a futura mamãe conheça alguns sinais do trabalho de parto, como as contrações e o rompimento da bolsa, por exemplo. Ainda que esteja com as consultas médicas em dia e, eventualmente, a data da cesariana marcada, nunca se sabe se o bebê quer nascer antes, não é mesmo?

Deixe um comentário