You are currently viewing Pós-parto: saiba quais cuidados ter durante a quarentena

Pós-parto: saiba quais cuidados ter durante a quarentena

Você sabe quais são os cuidados necessários para que a sua recuperação seja mais rápida depois da chegada do bebê? Acompanhe o post!


O puerpério, mais conhecido como resguardo ou quarentena, inicia-se após o nascimento do bebê e se estende até a sexta ou, no máximo, a oitava semana após o parto. Com tantas mudanças ocorridas durante a gravidez, esse é o período de tempo que o organismo da mamãe precisa para voltar ao seu estado “normal”. Vale ressaltar que algumas condições do corpo só serão normalizadas ao final da amamentação.

 

Para que o processo de recuperação aconteça de forma mais rápida e tranquila é fundamental respeitar algumas regras. Continue a leitura e saiba quais são os cuidados que você deverá ter nas primeiras 6 ou 8 semanas após o nascimento do seu bebê para que tudo corra bem nessa fase!

 

Útero volta ao tamanho normal

Você sabia que o útero fica 10 vezes mais pesado durante a gestação? Isso mesmo! Normalmente, ele pesa cerca de 90 gramas e, para carregar o bebê na gravidez, passa a ter em média 1 quilo. 

O útero é um dos órgãos que mais sofrem mudanças no período da quarentena e para que ele volte ao seu tamanho original, após a retirada da placenta, são necessários aproximadamente 10 dias. Nessa fase, é normal a mulher sentir contrações parecidas com cólicas menstruais, principalmente quando ela está amamentando. A explicação para isso é que a sucção do bebê funciona como um estímulo para a produção de ocitocina – hormônio que provoca contrações – no organismo materno.

Também é normal que, nas primeiras semanas após o parto, ocorra um sangramento parecido, mas geralmente mais intenso que a  menstruação. Ele serve para eliminar resíduos do revestimento uterino e não deve durar mais do que 40 dias. Caso isso aconteça, procure o médico!

 

Queda hormonal mexe com as emoções

Na quarentena, a produção de hormônios diminui e, da mesma forma que acontece durante a gravidez, a mulher se sente mais sensível emocionalmente. Por isso, é importante que ela possa contar com a ajuda do companheiro, familiares ou amigos na realização das tarefas diárias. É muito importante que a nova mamãe tenha apoio para cuidar do bebê e para que consiga algum tempo para descansar.


Amamente o quanto puder!

A amamentação traz inúmeros benefícios para o bebê e também para a mamãe. Além de contribuir para que o útero volte ao seu tamanho normal, amamentar ajuda a mulher a perder o peso que ganhou durante a gestação. 

Conforme a produção de leite tem início, é natural que os seios aumentem de tamanho. Inicialmente é produzido o colostro – o primeiro alimento que o bebê recebe – e, depois de 3 dias, o leite propriamente dito.

Use sutiãs de amamentação, pois eles são práticos e confortáveis, e cuide da saúde de suas mamas para que o bebê possa ser amamentado com tranquilidade e pelo maior período de tempo possível. Seios muito doloridos e com rachaduras nos bicos podem ser sinal de que o bebê não está fazendo a pega correta. Peça orientações ao seu médico.

 

Relações sexuais devem esperar!

No primeiro mês após o parto, as relações sexuais são contraindicadas, pois além de desconfortáveis, podem causar contaminação e infecção. Depois desse período, a retomada da vida sexual deve ser feita aos poucos.

 

O que é verdade e o que é mito?

É importante que, durante o puerpério, você siga sempre as orientações médicas e não dê ouvidos a crendices. Veja uma lista de verdades e mentiras sobre a quarentena:

  • A mulher não engravida enquanto está amamentando: Mentira. Embora as chances sejam menores, é possível, sim, engravidar durante esse período. Converse com o seu médico para que ele lhe indique um método contraceptivo que não prejudique a amamentação. 
  • Os cabelos caem mais: Verdade. Isso acontece por causas hormonais, mas não se preocupe, é algo passageiro. 
  • Posso dirigir meu carro durante o puerpério: Talvez. O melhor é esperar passar a quarentena para começar a dirigir. Para pisar nos pedais, a musculatura abdominal e do períneo (localizada entre a vagina e o ânus) se movimenta e isso prejudica a cicatrização, principalmente se foi realizada episiotomia. De todo modo, vale uma conversa com seu médico para obter a liberação.  
  • Não devo fazer exercícios físicos durante a quarentena: Verdade. As atividades físicas são expressamente proibidas nesse período. Normalmente após 45 dias, é possível voltar a fazer caminhadas e até nadar; corrida e ginástica só depois de 60 dias e esportes coletivos somente após 3 meses. Os prazos variam conforme a recomendação médica, o tipo de parto e a condição de saúde da mulher.  
  • Devo beber bastante água e ter uma alimentação rica em fibras: Verdade. E quando se diz bastante água é bastante mesmo! As fibras e a água são importantes para estimular o funcionamento intestinal. Além disso, a água também ajuda na produção de leite. 
  • Não devo lavar o cabelo na primeira semana após o parto: Mentira. Você pode lavar o cabelo já no primeiro dia da quarentena e sempre que achar necessário.

 

Como acabamos de ver, o puerpério exige alguns cuidados, mas nada tão complicado. Não deixe de seguir as orientações médicas e tenha uma quarentena tranquila!

Esse conteúdo foi útil para você? Aproveite que está aqui e confira outros artigos interessantes no nosso blog!

Deixe um comentário