You are currently viewing

Puerpério nada mais é que o exato período desde o nascimento do bebê até a primeira ovulação da mulher, seguida pela menstruação. Um intervalo de tempo muito particular para cada mamãe. Ou seja, cada uma vive-o de uma maneira. No entanto, é cheio de coisas em comum. 

Vale lembrar que a puérpera tem ainda algumas restrições como no período da gravidez. Há alguns tipos de alimentos e medicamentos que devem ser evitados. Alguns tipos de vacina, contra a Covid-19, por exemplo, são contra-indicadas para a mulher que está no puerpério. É importante também checar as contra-indicações em rótulos dos produtos, certo? 

Confira mais sobre esse período particular na vida de toda a mamãe neste post. 

O que é e quanto tempo dura o puerpério? 

Em resumo, é o período que vai após o parto até que o corpo da mulher volte ao que era antes da gestação. Ainda assim, vale ressaltar, alguns aspectos que levam um tempo por conta da amamentação. O puerpério vai desde a saída da placenta até a primeira menstruação. 

O período de dar de mamar ao bebê bloqueia a ovulação da mulher. Também, é normal ocorrer o chamado lóquio. Parece com a menstruação. Porém, é composto por sangue, muco e restos do tecido do útero do período da gravidez. 

Portanto, não há um tempo exato de duração do puerpério. Varia conforme o organismo de cada mulher. No entanto, de maneira geral, costuma durar entre 45 e 60 dias após o parto. Aliás, por conta da amamentação, os seios ainda não voltam ao normal. 

Como se preparar para o puerpério? 

Primeiramente, é um tanto complicado prever como será a rotina no pós-parto. Afinal de contas, as necessidades e o temperamento do bebê são determinantes nesse sentido. Por outro lado, a mãe pode adotar medidas ainda na gestação. 

Confira algumas dicas. 

Contar com ajuda

Antes de tudo, na fase final da gravidez tente deixar combinado a ajuda de pessoas próximas.  Principalmente, para que não fique exausta e esgotada cada vez mais a cada mamada. O maior desafio da mãe no puerpério é conseguir dar conta de tudo que é necessário para o bebê.

Só para ilustrar, o bebê mama a cada 3 horas, precisa de alguns minutos para arrotar e voltar a dormir. Sobra pouco tempo para a mãe descansar ou mesmo dormir. Além disso, tem os banhos, as trocas de fraldas e outras tarefas. Por isso, contar com a ajuda de outras pessoas é tão importante. 

Afinal de contas, a mamãe não pode assumir todas elas e se vê em situação delicada por conta também de todas as alterações que passam pelo seu organismo. 

Momentos relaxantes antes do parto

Em suma, é cuidar da saúde mental para estar bem nas primeiras semanas com o filhote. Atividades leves, como pilates e yoga, são bem-vindas. A meditação, leitura e outras coisas que a mãe gosta, realizadas durante a gravidez, também auxiliam na preparação ao puerpério. 

Tente preparar tudo em casa

Como os primeiros dias do bebê exigem mais, não apenas no aspecto físico, como também mental, a organização prévia pode ser muito útil. Deixar preparadas e congeladas algumas das refeições, por exemplo, é de grande valia.

Se há outra criança na casa, estabelecer quem vai atender as necessidades rotineiras dela, como ir para escola, por exemplo, tem papel fundamental. Além disso, fica combinado previamente quem fica responsável pelo pagamento de contas e outras tarefas indispensáveis para o funcionamento da casa.

Deixe um comentário